Campanha Mundial de AVC 2014 - 2016

Eu sou mulher: O AVC me afeta

A Organização Mundial de AVC (WSO), seus membros e parceiros em todo o mundo estará lançando uma campanha global sobre as mulheres e o Acidente Vascular Cerebral no Dia Mundial do AVC 2014 - quarta-feira, 29 outubro 2014. Contamos com seu apoio contínuo para fazer desta outra campanha de sucesso. Por favor, visite o site regularmente e entre em contato com o membro da WSO responsável pela organização local - pergunte como você pode ajudar. Para obter uma lista dos membros organizações membros do WSO, visite ...

Por que as mulheres e o AVC? Aqui estão alguns fatos rápidos:

  • As mulheres tem uma mortalidade por AVC maior do que os homens. Seis em cada 10 mortes por AVC ocorrem em mulheres, em grande parte devido ao AVC que ocorre na idade mais avançada quando os AVCs são mais perigosos.
  • Muitos dos principais fatores de risco para o AVC ocorrem mais frequentemente em mulheres ou são específicos de mulheres. Mulheres com mais de 85 anos têm as maiores taxas de AVC.
  • Mulheres tem muitos fatores de risco. Alguns fatores de risco como Hipertensão, Fibrilação Atrial, Diabetes, Enxaqueca com aura visual e Depressão ocorrem mais frequentemente em mulheres e outros fatores de risco de AVC são específicos de mulheres, como a gravidez, pré-eclâmpsia, o uso de pílulas anticoncepcionais (especialmente em mulheres hipertensas), reposição hormonal após a menopausa, alterações hormonais e diabetes gestacional. Por isso, 1 em cada 5 mulheres está sob risco de AVC, ao contrário de 1 em cada 6 homens.
  • Isolamento e solidão. As mulheres são mais propensas a viver sozinhas e viúvas antes do AVC; elas são mais frequentemente institucionalizadas após o AVC e têm pior recuperação pós AVC do que os homens. Elas tem um declínio cognitivo mais grave, uma maior probabilidade de institucionalização, e um maior risco de depressão pós-AVC.
  • Apesar das mulheres responderem bem ao tratamento do AVC, elas tendem a receber menos tratamento que os homens (tratamento agudo e reabilitação)
  • Mulheres e tipos de AVC: alguns tipos de AVC são mais comuns em mulheres, como trombose venosa cerebral e hemorragia subaracnoide.
  • Os cuidados do paciente pós AVC recai principalmente sobre as mulheres. Uma pesquisa mostra que as mulheres cuidadoras de cônjuges que sofreram AVC tendem a relatar uma diminuição em saúde mental depois de se tornar cuidadoras. Além disso, as mulheres com depressão têm um risco maior de AVC.
  • Há um hiato de conhecimento sobre o AVC em relação aos sexos. Apesar das mulheres serem mais conscientes sobre sinais de AVC e sobre os tratamentos do que os homens, as mulheres demoram mais para chegar ao hospital após o início dos sintomas de AVC e tem menos conhecimento sobre o tempo de 4,5 horas para o tratamento do AVC.

O AVC é em grande parte evitável ​​por meio da melhora do estilo de vida, mas para vencê-lo as mulheres precisam de informações específicas sobre o AVC, as práticas preventivas e de cuidados agudos e de longo prazo. Junte-se a nós na Campanha de AVC de 2014 para nos ajudar a aumentar a conscientização sobre o AVC, participando das atividades do Dia Mundial do AVC, e organizando o seu próprio evento. O AVC não discrimina, ele afeta a todos nós.

Para mais informações sobre o AVC em mulheres leia: Bibliografia - Women and Stroke (PDF em Inglês)

Contamos com o seu apoio. Juntos, podemos vencer a luta contra o AVC!

World Stroke Organization

logo-world-strokeDedicated to improve care for stroke survivors worldwide. 

Read More ...

The Post Stroke Checklist
Improving Life After Stroke

Developed to focus on the need for improved long-term stroke management.

Read More ...

WSC-footer